quinta-feira, novembro 27, 2008

Carta do lado de cá

Há coisas que são simples. Depois de muito pensadas, analisadas, esmiuçadas com todos os cenários e todas as hipóteses, procurando o máximo e explorando o mínimo… ficamos sempre na mesma.
Porque por muitas voltas que se tente dar, a verdade é que a coisa não é complicada. Por muitas explicações que se queiram criar, a coisa é bem simples.
Ou se "ama" ou não se "ama".
Então porque insistimos em complicar? Porque analisamos e racionalizamos tanto o que fazemos e não nos deixamos simplesmente sentir?
A verdade é simples, de facto, e quando a entendemos tiramos a conclusão… que nem sempre é a que queríamos.
Porque aquela pessoa é ideal. Combina. Promete. Era só deixar-me ir… e no calor do seu entusiasmo largar mão de mim e ir atrás. Encher-me do meu silêncio para o preencher só com as suas palavras, e com os seus beijos calar a minha verdade.
Mas a minha verdade é simples. Falta aquele “bocadinho assim”… só é pena não ir lá com danoninhos!

Desculpa as expectativas… tua (amiga) para sempre!

6 comentários:

Van disse...

Mas, às vezes, o não nos deixarmos ir impede-nos de sentir esse bocadinho assim. Eu tb achava que não tinha esse bocadinho assim. Mas deixei-me ir, e olha, afinal era mesmo isso, só tinha de me deixar ir.

poeta_poente disse...

não te vou desafiar a deixares-te ir... mas em compensação tens la um desafio no meu canto lol

beijo

Alias disse...

Ai!!!
É um danoninho para a mesa do fundo sff... ou melhor, traga logo dois ok!!!
;)
Beijinho

Matchbox31 disse...

É mesmo, muitas das vezes, o que falta mesmo é "um bocadinho assim"...

Às vezes pensamos mesmo isso estamos com alguém que nos faz bem, é boa pessoa, mas... lá está o "bocadinho assim"...
Beijinhos

Van disse...

AAAAAAAAAAh, agora já sabes como éeee... :-p (lembras-te daqueles serões em que não compreendias porque é que, que eram tão boa pessoa e tal...pois, é verdade...faltava esse bocadinho assim).

Mas tb é verdade o comentário inicial.

Anónimo disse...

não falta bocado nenhum...se ela gostasse não faltava bocado e nem havia complicações e a complicação está no acharmos que TEMOS que gostar de alguém. Que tem que ser, que tem que haver, nada disso! Quando houver sentimentos...ai, haverá danoninhos a mais!!!LOL
Bjocas Catarina
Tânia